Sobe para 34 o número de mortos em explosão na Pemex

O número de mortos por uma poderosa explosão quinta-feira em um edifício da empresa de petróleo mexicana Pemex, na Cidade do México, subiu para 34, após equipes de resgate encontrarem um corpo nos escombros.

Reuters

03 de fevereiro de 2013 | 17h45

O corpo encontrado é o de um funcionário de uma empresa contratada pela Pemex para dar manutenção ao edifício. Outras três pessoas, dois homens e uma mulher, seguem desaparecidas e poderiam estar em uma área de difícil acesso devido a deslizamentos de terra possíveis.

Enquanto isso, especialistas da Procuradoria Geral do Exército mexicano apoiados por uma equipe especialistas em incêndio e explosões dos Estados Unidos continuam a coleta de dados para determinar as causas da tragédia, que atingiu uma das maiores produtoras de petróleo do mundo e a principal empresa estatal do país.

O governo mexicano disse que está aberto a todas as linhas de investigação, desde acidente ou um ato de imprudência até um atentado.

"Eles estão trabalhando na perícia (...) mas, até agora, não podemos chegar a conclusões", disse o presidente Enrique Peña Nieto na manhã de domingo depois de uma visita a área danificada.

O procurador-geral disse na sexta-feira que nenhum dos feridos ou mortos apresentaram vestígios de que pudesse ter havido fogo no local.

(Por Miguel Angel Gutiérrez)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOPAMEXMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.