Subdiretor de Transporte de Honduras é assassinado

Quiñonez foi morto a tiros; motivo da morte ainda é desconhecido

Efe,

17 de setembro de 2010 | 04h15

TEGUCIPALDA - O subdiretor-geral de Transporte de Honduras e deputado suplente governista, Rossel Quiñónez, foi assassinado a tiros nesta quinta-feira, 16, por homens ainda não identificados na cidade da Ceiba (no Caribe hondurenho), informaram fontes oficiais.

 

Quiñónez foi atacado quando saía de seu automóvel em uma rua do centro de Ceiba, cerca de 300 quilômetros ao norte de Tegucigalpa, informaram a jornalistas fontes da polícia na cidade. O funcionário faleceu minutos depois de ser baleado, em um hospital local, para onde foi levado. O subdiretor também era deputado suplente do governante Partido Nacional pelo departamento de Atlántida, onde fica Ceiba, e atuava, também, como empresário do transporte na cidade.

 

Em Tegucigalpa, o diretor-geral de Transporte, do Ministério de Obras Públicas, Transporte e Moradia, Blas Ramos, disse a jornalistas que Quiñónez trabalhava há pouco mais de um mês como subdiretor e não soube dizer se ele tinha recebido ameaças.

Tudo o que sabemos sobre:
Honduras, morte, assassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.