Suposto coordenador de seqüestros das Farc é detido

Segundo vítimas, o guerrilheiro escondia suas vítimas em regiões montanhosas em condições subumanas

EFE

03 de agosto de 2008 | 02h00

A Polícia colombiana deteve José Alfredo Dávalos Gómez, suposto coordenador das atividades de seqüestro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), no sudoeste colombiano, informaram neste domingo as autoridades. A "Agência Nacional de Notícias Policiais" (ANNP) afirmou que o suposto guerrilheiro das Farc foi aprisionado em Tuluá, povoado de Valle del Cauca. "Dávalos Gómez, de 29 anos, atuava nas Farc há 10 anos, e era o encarregado da comissão de seqüestros em regiões como o centro e o norte do Valle del Cauca", revelou o comunicado. Conhecido como "Zancas" e "Ernesto", o suposto guerrilheiro é acusado de manter vínculos com grupos de criminosos comuns, o que facilitava os seqüestros. Segundo algumas das vítimas, o guerrilheiro, que fazia parte da coluna móvel Alirio Torres, escondia suas vítimas em regiões montanhosas, e em condições subumanas.

Tudo o que sabemos sobre:
FARCCOLÔMBIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.