Supostos integrantes de grupo de choque morrem no México

Assassinos não foram identificados, outro suposto dirigente também foi ferido

AP

30 de outubro de 2010 | 03h46

OXACA, MÉXICO - Dois supostos líderes de um grupo de choque universitário foram assassinados na sexta-feira, 29, a tiros por sicários a bordo de uma motocicleta na cidade de Oaxaca, frequentada pelos turistas no sul do México.

O ataque ocorreu em frente ao antigo convento de Santo Domingo, uma atração turística que data a era da colônia, no centro da cidade.

Os assassinos não foram identificados. Outro suposto dirigente do grupo também foi ferido, porém não morreu.

Oxaca permaneceu praticamente na margem da violência do narcotráfico que é registrado em boa parte do país. Porém, em 2006, a cidade foi sede de uma violenta disputa política.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.