Toledo lidera pesquisa no Peru e filha de Fujimori aparece em 2o

O ex-presidente peruano Alejandro Toledo assumiu a liderança para as eleições presidenciais no Peru, seguido pela filha do ex-presidente Alberto Fujimori, a deputada Keiko Fujimori, segundo pesquisa divulgada neste domingo pelo principal instituto do país.

REUTERS

16 de janeiro de 2011 | 13h32

Toledo, que governou o Peru entre 2001 e 2006, aparece com 27 por cento das intenções de voto, de acordo com a pesquisa nacional nas áreas urbana e rural da Ipsos Apoyo publicada pelo jornal El Comercio.

Keiko aparece com 22 por cento, seguida por Luis Castañeda, ex-prefeito de Lima e do partido conservador, com 19 por cento.

A pesquisa anterior da Ipsos Apoyo não incluía zonas rurais e, por isso, não é comparável com a mais recente.

De qualquer forma, a pesquisa de dezembro, apenas em áreas urbanas, mostrava Toledo e Castañeda empatados em primeiro lugar com 23 por cento, Keiko em segundo lugar com 20 por cento e o líder nacionalista Ollanta Humala em terceiro com 11 por cento.

O ex-presidente de origem humilde Toledo vem subindo nas pesquisas apesar de ter encerrado seu mandato com baixo índice de aprovação e fortes críticas sobre sua vida pessoal.

"Castañeda melhorou ligeiramente em Lima e outras cidades, mas Toledo e Keiko têm ampla vantagem sobre ele entre a população rural", afirmou o diretor da Ipsos, Alfredo Torres, ao El Comercio.

A candidata do partido Apra, a ex-ministra da Economia Mercedes Aráoz, aparece em quinto na recente pesquisa, com 4 por cento das intenções de voto.

A pesquisa da Ipsos Apoyo foi feita de 12 a 14 de janeiro e tem margem de erro de mais ou menos 2,3 por cento e de mais ou menos 4,3 por cento no caso dos eleitores da capital Lima.

(Por Patricia Vélez)

Tudo o que sabemos sobre:
PERUELEICOESPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.