Tremor secundário gera alarme entre vítimas no Peru

Região mais atingida pelo terremoto de quarta-feira sofre novo abalo; capital peruana também é atingida

Efe,

17 de agosto de 2007 | 11h20

Um forte tremor secundário de 5,9 graus na escala Richter estremeceu nesta sexta-feira, 17, o departamento peruano de Ica, o mais afetado pelo terremoto que castigou o Peru na última quarta-feira, 15, e foi sentido também em Lima, causando alarme entre a população.      var keywords = ""; Veja também: Câmeras flagram momento do abalo  Vítimas do terremoto são veladas nas ruas Moradores de Pisco tomam caminhões Peru pede ajuda internacionalExército peruano combate vandalismo ONU alerta para aumento do número de vítimas Os piores terremotos na América Latina Galeria de fotos do desastre      Em conseqüência do tremor, moradores da capital saíram às ruas e se concentraram na Praça de Armas. O abalo danificou algumas residências da região de Huancavelica, uma das mais pobres da cidade. Não há informações sobre vítimas.   Em Pisco, a cidade mais afetada pelo tremor de quarta-feira, os moradores que aguardavam por comida e água em filas se dispersaram quando a terra voltou a tremer.   Depois do movimento, unidades dos bombeiros pediram calma à população através dos alto-falantes situados no centro de Pisco, disse um porta-voz do Ministério da Saúde peruano, John Castro.   O alarme devido à última réplica foi menor do que as geradas pelas primeiras, porque a população "está se acostumando", acrescentou o funcionário.   Castro também criticou o alerta "irresponsável" de um possível maremoto, que atribuiu a intenções de saquear casas e comércios.   Mais cedo, outro terremoto de 4,2 graus foi registrado às 7h13 (9h13 de Brasília) e teve seu epicentro a 72 quilômetros ao sudoeste de Ica.   Desde o terremoto da quarta-feira, em que mais de 500 pessoas morreram, foram sentidas mais de 300 réplicas no país.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoPeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.