Três dançarinos do balé Nacional de Cuba desertam no Canadá

Cubanos devem viajar a Miami para avançar nos trâmites legais e assim poder permanecer nos EUA

Efe,

18 de dezembro de 2007 | 00h53

Três dançarinos do Balé Nacional de Cuba desertaram durante uma viagem da companhia pelo Canadá e solicitaram imediatamente asilo político às autoridades dos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira, 17, em seu site o jornal El Nuevo Herald, de Miami. Veja também:Músicos cubanos pedem refúgio a governo brasileiroMúsicos cubanos aguardarão em liberdade pedido de refúgioApresentador de TV 'mais popular' de Cuba pede asilo aos EUAPF procura três músicos cubanos desaparecidos em PE Taras Domitro, de 21 anos, Hayna Gutiérrez, de 26, e Miguel Ángel Blanco, de 24, cruzaram a fronteira entre Estados Unidos e Canadá pela cidade de Buffalo (estado de Nova York), no domingo. Segundo os representantes dos dançarinos, os três devem viajar a Miami para avançar nos trâmites legais e assim poder permanecer nos EUA. Os dançarinos, considerados parte da jovem elite do balé cubano, faziam parte do grupo do Balé Nacional de Cuba que foi ao Canadá no dia 8 de dezembro, a convite do Canadian Ballet Youth Ensemble. Quando os três dançarinos decidiram desertar, o grupo estava na cidade de Hamilton, no estado de Ontário. A própria diretora geral do Balé Nacional de Cuba, Alicia Alonso, de 86 anos, lidera o grupo, segundo o jornal.

Tudo o que sabemos sobre:
CubaCanadádeserção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.