Três índios, pai e filhos, são assassinados na Amazônia peruana

Segundo rádio local, vítimas foram atacadas por criminosos após tentativa de roubo

Efe

11 de agosto de 2010 | 01h57

LIMA - Três membros (pai e seus dois filhos) de uma comunidade nativa da região amazônica de San Martín, no norte do Peru, foram assassinados na terça-feira, 10, em sua casa por criminosos que supostamente tentaram roubar seus pertences, informou a imprensa peruana.

As vítimas, um homem de 53 anos de idade e os filhos, de 25 e 16, foram supostamente assassinados depois que reagiram à ação dos criminosos na remota comunidade nativa de Morroyacu, segundo a Radio Programas del Perú (RPP).

Não se sabem detalhes sobre o incidente, pois o local está situado a cerca de quatro horas de carro da cidade de Moyobamba, a capital de San Martín.

O correspondente da RPP na região explicou que versões ainda não confirmadas indicam que os habitantes de Morroyacu teriam capturado cerca de dez pessoas envolvidas no crime e matado quatro delas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.