Três policiais morrem em atentado contra prefeitura no norte do México

Estado de Nuevo León sofre com disputa entre os cartéis do Golfo e Los Zetas

22 de junho de 2010 | 21h59

LOS HERRERAS, MÉXICO- Um grupo de homens armados atirou contra as instalações de uma prefeitura no estado de Nuevo León, no norte do México, e assassinou ao menos três policiais locais, informaram nesta terça-feira, 22, autoridades estaduais. Não há relatos de feridos.

 

O ataque ocorreu na prefeitura de Los Herreras, no norte do estado, a mais de 1.000 km da cidade do México. As autoridades localizaram no local cerca de 200 balas de fuzis AK-47 y AR-15, armas geralmente usadas por assassinos do narcotráfico, disse à AP por telefone um funcionário da Procuradoria de Justiça estadual não autorizado a se identificar.

 

Também foi encontrado um veículo com as legendas "Z-40" e "Z" pintadas com tinta branca nos vidros, letra que identifica o cartel de drogas Los Zetas.

 

O grupo abriu fogo contra o edifício municipal, que abriga todos os escritórios do governo local, inclusive os da polícia.

 

Nuevo León é um dos estados que tem sofrido nos últimos meses com um aumento da violência do crime organizado, causada por um confronto entre o cartel do Golfo e seu antigo braço armado, Los Zetas.

 

A violência do crime organizado já deixou mais de 22.700 pessoas mortas em todo o país desde que o presidente Felipe Calderón lançou uma ofensiva contra os cartéis de drogas em dezembro de 2006.

 

Também nesta terça, nos arredores da Cidade do México, foi preso um homem identificado como Alberto Ramírez, conhecido como "El Beto", apontado como um líder local do cartel de La Família.

 

Com ele, foram detidos cinco adultos e um menor, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública Federal.

 

"El Beto" é considerado líder deste cartel na cidade de Nezahualcóyotl, vizinha à capital mexicana, e também está envolvido no sequestro de ao menos cinco pessoas em fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.