Última pesquisa aponta vitória de Evo com 52% dos votos

Se índice for confirmado, presidente boliviano se reelegeria sem necessidade de segundo turno

Efe,

02 de dezembro de 2009 | 12h36

O presidente da Bolívia, Evo Morales, deve se reeleger nas eleições de domingo com quase 53% dos votos, segundo a última pesquisa autorizada antes do pleito, divulgada nesta quarta-feira, 2. Assim como mostraram os levantamentos anteriores, o atual mandatário tem mais de 30 pontos de vantagem sobre seu principal opositor Manfred Reyes Villa.

 

Veja também:

especialReeleição, prática comum na América Latina

 

A projeção indica que Morales vai receber o apoio de 52,6% dos eleitores, o que dispensaria a realização de um segundo turno, segundo o jornal La Prensa.

 

Na pesquisa, Reyes Villa, ex-governador da região central de Cochabamba, é o segundo, com 21,1% das intenções de voto. Já o empresário Samuel Doria Medina aparece em terceiro com 9,4%.

 

Para a sondagem, realizada de 20 a 27 de novembro, foram ouvidas 2.038 pessoas em cerca de 50 cidades dos nove departamentos (estados) do país.

 

A projeção uma pesquisa apresentada no começo da semana. Nela, Morales tinha o apoio de 55% do eleitorado e abria uma vantagem de 37 pontos sobre Reyes Villa (18%).

 

O presidente e o seu partido, o Movimento Ao Socialismo (MAS), também pretendem controlar dois terços da próxima Assembleia Legislativa Plurinacional. O objetivo é impedir que a oposição barre as reformas governistas, como ocorreu nos últimos anos.

Tudo o que sabemos sobre:
MoralesBolíviapesquisaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.