Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Uribe anuncia recompensa por jornalista seqüestrado

Valor é de US$ 15 mil para quem der informações que facilitem a libertação do colombiano

Efe,

11 de março de 2008 | 03h30

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, anunciou nesta segunda-feira, 10, uma recompensa equivalente a US$ 15 mil para quem fornecer informações que facilite a libertação do jornalista Mario Alfonso Puello e outras duas pessoas seqüestradas por desconhecidos, no dia 18 de fevereiro, no norte do país. "Oferecemos 30 milhões de pesos (US$ 15 mil) de recompensa à pessoa que nos dê informações sobre os seqüestrados, para que facilite o resgate", declarou o governante. Puello, que trabalha para a "TV Norte", a emissora "Radio Delfín" e o jornal regional "La Noticia", foi seqüestrado junto com John Romero e Maicol Mendoza por desconhecidos que usavam uniformes militares em uma estrada próxima à cidade de Riohacha, cerca de mil quilômetros ao norte de Bogotá. Os seqüestrados inspecionavam um projeto de educação a indígenas da região desenvolvido por uma universidade colombiana. As autoridades consideram que os seqüestrados podem estar em poder de um esquadrão ultradireitista.

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbiaseqüestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.