Uribe diz esperar rápida aprovação de pacto comercial com EUA

O presidente da Colômbia, ÁlvaroUribe, disse na sexta-feira que espera que os parlamentares dosEstados Unidos aprovem rapidamente um acordo bilateral de livrecomércio assinado há dois anos que está parado no Congresso hámeses. "Temos esperança de que a qualquer momento o Congresso dosEUA aprove o acordo de livre comércio", disse Uribe em discursono Instituto Brookings. Uribe informou, em resposta a uma pergunta, que haviaconversado pelo telefone na quinta-feira com o candidato doPartido Democrata à Casa Branca, Barack Obama, que se opõe aoacordo com a Colômbia. "Foi uma conversa construtiva", disse Uribe, acrescentandoque precisava ser prudente, ao responder se Obama haviaindicado que estaria aberto a uma votação do acordo neste ano. "Sei o quanto é difícil conversar sobre política em umaépoca em que a política está aquecida", disse Uribe. Obama, como muitos outros democratas, disse que a Colômbiadeve fazer mais para reduzir os assassinatos e outros tipos deviolência contra sindicalistas antes do Congresso decidir sobreo acordo. Mas a Colômbia disse que espera que o Congresso aprove oacordo em uma sessão após as eleições presidenciais eparlamentares de 4 de novembro. Uribe defendeu o histórico de seu governo e disse que aaprovação do acordo de livre comércio ajudaria a Colômbia acombater a violência e o tráfico de drogas ao atrair maisinvestimentos norte-americanos, o que iria aumentar os recursosdo país. (Reportagem de Doug Palmer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.