Uribe participará de reunião da Unasul na Argentina

Condição é que cúpula também discuta temas como terrorismo e tráfico ilegal de armas na região

Efe,

13 de agosto de 2009 | 03h07

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, e seu chanceler, Jaime Bermúdez, participarão da reunião extraordinária da União de Nações Sul-americanas (Unasul), em 28 de agosto próximo na Argentina, informou nesta quinta-feira, 13, uma fonte do Ministério das Relações Exteriores.

 

"O senhor presidente e seu Chanceler vão à cúpula da Argentina", disse a fonte da Chancelaria colombiana, que preferiu não se Identificar.

 

A fonte explicou, no entanto, que Uribe e Bermúdez esperam que na cúpula extraordinária da Unasul em Bariloche sejam tratados temas como o tráfico ilegal de armas e o terrorismo, entre outros

Assuntos.

 

Durante a última cúpula da Unasul, em Quito, a Argentina propôs uma reunião extraordinária para discutir o polêmico acordo militar negociado por Bogotá e Washington, que permitirá aos americanos usar

bases colombianas para combater o narcotráfico e o terrorismo.

Tudo o que sabemos sobre:
UribeUnasul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.