Veja quem são os 14 candidatos à Presidência da Argentina

Na Argentina, país que evoluiu cerca de 8% nos últimos quatro anos e promete fechar 2007 com um crescimento similar, a corrida presidencial tornou-se uma disputa fácil para o presidente Néstor Kirchner eleger um sucessor nesta domingo, 28: a primeira dama Cristina Kirchner.   Os adversários, 13 no total, reconhecem que lutam para tentar chegar ao segundo turno, mas, conforme as pesquisas eleitorais, esse é um cenário pouco provável. Na lista de candidatos predominam os advogados, mas há também piqueteiros - cujos protestos mais comuns são bloqueios de avenidas, pontes e passagens estratégicas -, um cineasta, um empresário e um militar.   Confira abaixo quem são os 14 candidatos:   1 - Cristina Fernández de Kirchner   Vice: Julio Cobos   Frente para la Victoria (Partido Justicialista + Unión Cívica Radical)   www.cristina.com.ar   Primeira dama, senadora, advogada, 54 anos. Com fama de autoritária, Cristina chegou à campanha prometendo "aprofundar a mudança" iniciada por seu marido, que levou a Argentina a um crescimento pelo quinto ano consecutivo. É militante da esquerda peronista nos anos 70, durante os tempos da faculdade de Direito, quando conheceu o marido Néstor Kirchner. O primeiro cargo eletivo foi de deputada pela província de Santa Cruz, depois foi senadora pela mesma província e, logo, por Buenos Aires. Se autodefine como "progressista". Cristina teve passagem marcante pelo Congresso, não só pelo discurso eloqüente, mas por suas roupas caras, sapatos finos e maquiagem excessiva.   2 - Elisa Carrió   Vice: Rubén Giustiniani   Coalición Civica (Afirmación para una República Igualitária- Ari + Partido Socialista+ Unión por Todos + PAIS)   www.elisacarrio.com.ar   Deputada desde 1994, advogada, católica praticante, 50 anos. Carrió fez do compromisso ético sua principal bandeira política. Foi candidata à Presidência em 2003, quando obteve apenas 14% dos votos e terminou em quinto lugar, atrás de Carlos Menem, Néstor Kirchner, Ricardo López Murphy e Adolfo Rodríguez Saá. Inimiga das alianças, nos últimos meses de campanha, Lilita, como é mais conhecida, acabou virando a própria mesa e somou importantes apoios como do ex-presidente do Banco Central, Alfonso Prat-Gay, o que a fez ganhar a simpatia do mercado portenho e abrir caminho para o contato com alguns empresários.   3 - Roberto Lavagna   Vice: Gerardo Morales   UNA- Una Nación Avanzada (UCR-Unión Cívica Radical + MID)   www.presidentelavagna.com   Ex-ministro de Economia, 65 anos, com longa trajetória no serviço público e como consultor. É filiado ao Partido Justicialista, mas a legenda que o apóia e a UCR. Foi o responsável pela estabilização da Economia argentina no período da crise, ao assumir o cargo de 2002 a 2005, quando foi demitido por Kirchner. Apesar de ser considerado o pai da estabilidade, não possui carisma suficiente para decolar sua campanha política.   4 - Ricardo López Murphy   Vice: Esteban Bullrich   Recrear (Recrear + Pro-Proposta Republicana)   www.recrear.org.ar   Ex-ministro da Defesa e da Economia durante o governo de Fernando De la Rúa. Durou só uma semana na Economia por causa de cortes drásticos que o fizeram ganhar o apelido de bulldog, por sua cara de mau e pouco jogo de cintura. É admirado até por Carrió por sua transparência e honestidade. Murphy tem 56 anos   5 - Alberto Rodríguez Saá   Vice Héctor Maya   Frente Justicia, Unión y Libertad (correntes dissidentes do Partido Justicialista)   www.albertorodriguezsaa.com.ar   Governador da província de San Luis, 58 anos, Alberto é irmão do fugaz presidente Adolfo, que em dezembro de 2001 declarou o default da Argentina com um largo sorriso no rosto. Advogado, Alberto tem fama de ser bom administrador, mas é questionado por governar a província como um sistema feudal.     6 - Jorge Sobisch   Vice: Jorge Asis   Movimiento Províncias Unidas (Movimento Popular Neuquino+Partido de la Ciudad)   www.sobischpresidente.com     Governador da Província de Neuquén por duas vezes, 64 anos, técnico gráfico.     7 - Fernando Pino Solanas   Vice: Angel Cadelli   Proyecto Sur (Socialismo Autêntico)   www.pinosolanas.com.ar     Cineasta de 71 anos, deputado, casado com a atriz brasileira Angela Correia.     8 - Vilma Ripoll   Vice: Héctor Bidonde   MST-Nueva Izquierda   www.mst.org.ar     Deputada, ex-enfermeira, 53 anos.     9 - Néstor Pitrola   Vice: Gabriela Arroyo   Partido Obrero   www.po.org.ar     Líder do grupo piqueteiro Polo Obrero, tem 55 anos     10 - Luis Ammann   Vice: Rogelio De Leonardi   FRAL (Partidos Humanista e Comunista)   www.luisammann.com.ar   Jornalista, professor e licenciado em Letras Modernas na Universidade Nacional de Córdoba, 64 anos.     11 - Gustavo Breide Obeid   Vice: Raúl Vergara   PPR- Partido Popular da Reconstrução     Obeid é um "carapintada", termo usado para os militares que participaram de uma tentativa de golpe em 1990. Tem 57 anos.     12 - José Montes   Vice: Héctor Heberling   FITS (Partido dos Trabalhadores Socialistas)   www.pts.org.ar   Sindicalista da indústria de navios. Foi candidato à Presidência em 1999 e obteve 43.911 mil votos (0,23%). Tem 53 anos.     13 - Raúl Castells   Vice- Nina Pelozo   MIJD (Movimento dos Piqueteiros)   www.polobrero.gov.ar   Castells tem 53 anos e é um dos maiores líderes piqueteiros do país. Esteve preso por invadir uma delegacia no ano passado. Sua companheira de chapa é também sua esposa.     14 - Juan Ricardo Mussa   Vice. Bernardo Nespral   Lealtad Popular   www.mussa2007.blogspot.com   Foi candidato à prefeitura de Buenos Aires e obteve somente 1800 votos. É dona de uma fábrica de lonas para piscinas e caminhões. Tem 59 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.