Venezuela afirma que Gaddafi permanece em Trípoli

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Nicolas Maduro, afirmou que o chanceler da Líbia, Moussa Koussa, disse a ele por telefone nesta segunda-feira que Muammar Gaddafi permanecia em Trípoli cuidando de questões relativas aos protestos populares contra seu governo.

REUTERS

21 de fevereiro de 2011 | 18h36

O chanceler britânico aumentou os rumores na mídia sobre uma possível viagem de Gaddafi ao país sul-americano ao afirmar mais cedo nesta segunda que tinha obtido informações indicando que Gaddafi teria viajado para a Venezuela.

"Koussa disse ... Gaddafi está em Trípoli, exercendo os poderes dados a ele pelo Estado e lidando com a situação no país, diante disso refutando os comentários feitos na imprensa de forma irresponsável pelo ministro das Relações Exteriores britânico William Hague", disse o chanceler venezuelano Maduro em comunicado.

(Reportagem de Daniel Wallis)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELALIBIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.