Venezuela apreende carga de cocaína que poderia ir ao México

As autoridades venezuelanas apreenderam na quinta-feira quatro toneladas de cocaína enterradas em uma fazenda, depois de interceptarem um avião que provavelmente vinha do México recolher a carga, segundo a imprensa estatal.

REUTERS

26 de agosto de 2010 | 20h25

"Esta é a maior apreensão dos últimos anos na Venezuela", disse o ministro do Interior, Tareck El Aissami, acrescentando que os soldados continuam procurando mais drogas na área da apreensão, no Estado Guárico (centro).

Dois caças F-16 da Força Aérea local interceptaram a aeronave modelo King-200 na noite de quarta-feira, forçando-a a pousar perto da fazenda, segundo as autoridades.

Os tripulantes fugiram, mas objetos achados no avião indicam que eles eram mexicanos, segundo a imprensa. A cocaína foi mais tarde achada na propriedade, levando as autoridades a concluírem que os traficantes mexicanos estavam indo apanhar a droga.

Uma pessoa, de nacionalidade não revelada, foi presa na fazenda.

A Venezuela é uma importante rota de trânsito da cocaína colombiana para os mercados dos EUA e Europa.

(Reportagem de Diego Ore)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELACOCAINAMEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.