Alejandro Rustom/Reuters
Alejandro Rustom/Reuters

Venezuela assume controle de mais 35 empresas de petróleo

Após nova rodada de estatização, PDVSA agora controla 74 companhias petrolíferas no país de Hugo Chávez

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

20 de maio de 2009 | 12h06

A Venezuela formalizou nesta quarta-feira a tomada de controle de mais de três dúzias de companhias de serviço de petróleo como parte da campanha de nacionalização do presidente Hugo Chávez. A nova lista de 35 companhias está no Diário Oficial, segunda lista divulgada este mês. A companhia Petróleos de Venezuela (PDVSA), agora tem o controle sobre ativos de 74 companhias.

 

Veja também:

link Conheça as medidas de estatização do governo Hugo Chávez

 

A mais recente lista de companhias inclui a joint venture SIMCO, controlada pela Wood Group Plc, com sede na Escócia, de tecnologia de injeção de água em poços de petróleo, usada para aumentar a pressão na retirada do petróleo dos poços. Dezenas de outras empresas, a maior parte envolvida em transporte de água na região de Maracaibo, também foram mencionadas na lista.

Segundo à resolução do governo, a PdVSA assumirá o controle dos ativos, para depois avaliá-los e eventualmente considerar que alguns deles não são de interesse do governo. Em tal situação, "a tomada de controle será invalidada". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelapetrolíferasChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.