Venezuela busca três aviões desaparecidos nas últimas horas

Uma das aeronaves é procurada na região Amazônica, as outras duas na fronteira com a Colômbia

Efe

19 de julho de 2009 | 06h47

As autoridades venezuelanas informaram neste domingo, 19 que três aviões de pequeno porte, com um total de sete pessoas a bordo, desapareceram nas últimas horas em duas regiões do país.

 

Um pequeno avião com três militares a bordo está desaparecido desde sexta-feira, 17, na região selvática do Amazonas, e as autoridades já deram início às buscas, disse a meios de comunicação estatais o chefe da base aérea militar José Antonio Páez, coronel Kiumel Aponte.

 

A aeronave, de sigla 207, partiu na sexta "em um voo de rotina" de Puerto Ayacucho, 950 quilômetros a sul de Caracas, com destino à localidade de Esmeralda, em um percurso de 400 quilômetros, mas não chegou à cidade.

 

O porta-voz da Defesa Civil do estado de Táchira, oeste, Alfredo Jazcko, disse à imprensa local que há dois aviões de pequeno porte desaparecidos nessa região, na fronteira com a Colômbia.

 

Segundo Jazcko, uma das aeronaves desaparecidas em Táchira cobria a rota Bogotá-Valencia, no centro-norte venezuelano, e a outra fazia o trajeto Arauca-Cúcuta. Os dois aparelhos só eram tripulados pelos respectivos pilotos e copilotos.

 

"Ontem (sexta) recebemos informação por parte do aeroporto de Cúcuta sobre o desaparecimento de uma aeronave de Arauca a Cúcuta. Entra em território venezuelano pelos convênios que existem, mas não voltou a se saber nada dela. Foram notificados todos os organismos", disse Jazcko à emissora privada de notícias Globovisión.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaColômbiaaviõesAmazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.