Venezuela dá 'lição de democracia', diz conselho eleitoral

Segundo a presidente do Conselho Eleitoral, clima da votação é de tranqüilidade

EFE

02 de dezembro de 2007 | 15h40

A Venezuela dá neste domingo, 2, uma lição de democracia ao mundo inteiro ao votar "em paz e com tranqüilidade" durante o referendo sobre a reforma constitucional, disse a presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, votou nesta manhã na Escola Técnica Fajardo, em Caracas.    Veja também:   Especial: acompanhe a trajetória de Hugo Chávez   Tensão cresce na véspera do plebiscito de Chávez Repórter Lourival Sant´Anna relata o clima pré-referendo Chávez ameaça cortar de petróleo aos EUA Especial: Tensão na América do Sul  Conheça pontos centrais da reforma     Em declarações à imprensa, Lucena disse estar convencida de que esta mesma paz durará por todo este domingo, quando os 16 milhões de venezuelanos convocados às urnas dirão "sim" ou "não" para as mudanças na Constituição de 1999 propostas pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez.     A presidente do CNE falou de "quatro ou cinco" incidentes isolados ocorridos em algumas zonas eleitorais do país e que as pessoas que os protagonizaram, aparentemente por tentarem sair portando seus comprovantes de votação, foram detidas por crime eleitoral. Segundo Lucena, "a imensa maioria" está votando em um ambiente de total normalidade.     Lucena lembrou que, por lei, estão proibidas hoje as manifestações e reuniões, e se mostrou segura de que a população cumprirá as normas.   Os eleitores madrugaram neste domingo. Às 4h, eles foram despertados com fogos de artifício. Os venezuelanos comparecem às zonas eleitorais, abertas às 6h locais (8h de Brasília), em meio a chamados de participação nas eleições feitos tanto por parte de representantes do governo como por dirigentes da oposição.

Tudo o que sabemos sobre:
venezuelareferendo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.