Venezuela descarta ampliar conflito com Espanha, diz embaixador

A Venezuela não tem interesse em seaprofundar nos embates diplomáticos que vem tendo com a Espanhadesde que o rei Juan Carlos mandou o presidente Hugo Chávez secalar, disse na segunda-feira embaixador venezuelano emWashington. O representante máximo da Venezuela nos Estados Unidos,Bernardo Alvarez, assinalou que as críticas de Chávez queenfureceram o rei espanhol na 17a Cúpula Ibero-Americana nãoeram para o monarca, e sim para o ex-primeiro-ministro JoséMaría Aznar. Na reunião em Santiago, no Chile, Chávez acusou Aznar de"fascista" por supostamente ter apoiado o golpe que o tirou dopoder por algumas horas em 2002. "Penso que os governos deixaram claro que vão seguiradiante e não há nenhum interesse, do lado do governovenezuelano ou do lado espanhol, de que haja uma escalada (doembate)", disse Alvarez em um evento sobre o referendo para areforma constitucional previsto para 2 de dezembro em Caracas. (Reportagem de Adriana García)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.