Venezuela envia terceiro carregamento de diesel à Síria

A Venezuela confirmou o envio de um terceiro carregamento de diesel à Síria, disse nesta sexta-feira o ministro de Energia do país sul-americano, em cumprimento a um contrato que Caracas planeja continuar executando, apesar da conturbada situação política deste país.

MARIANNA PARRAGA, REUTERS

18 Maio 2012 | 21h23

Rafael Ramírez, que também preside a estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA), havia dito em março que não se preparava um terceiro envio de combustível à Síria, mas desta vez confirmou que os embarques continuam como parte de um convênio de 20.000 barris por dia assinado em 2010.

"Fizemos alguns fornecimentos à Síria. Estamos dispostos a ajudar. Fizemos três carregamentos, não foi necessário mais", disse Ramírez a jornalistas.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, que luta contra um câncer desde o ano passado, disse em fevereiro que a Venezuela é livre para escolher seus sócios comerciais e políticos.

A estatal síria Sytrol foi vetada pelos Estados Unidos e a União Europeia.

A Síria vive há 14 meses um confronto entre forças do governo e manifestantes que tentam acabar com o regime do presidente sírio, Bashar al-Assad.

Chávez e Assad são aliados políticos e intensificaram o intercâmbio comercial nos últimos anos.

Mais conteúdo sobre:
VENEZUELACARREGAMENTOSIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.