Venezuela pode doar aviões de combate ao Equador

Equatorianos ainda devem calcular quanto custaria manter os Mirage-50 em sua frota

Efe,

22 de setembro de 2009 | 10h38

O governo da Venezuela negocia com o Equador a doação de uma frota de aviões de combate, segundo informou nesta terça-feira, 22, o canal Ecuavisa, que citou fontes militares equatorianas anônimas.

 

Segundo a versão do canal, o governo venezuelano doaria ao Equador uma frota de aviões Mirage-50, fabricados na década de setenta, um tipo de aeronave que já integra a frota da Força Aérea Equatoriana (FAE). A Ecuavisa indicou que as conversas entre ambos os governos se levam "em nível de comissões" de cada um dos países.

 

O canal informou também que uma fonte militar indicou que as conversas ainda continuam e que um dos aspectos aparentemente discutido é o fato de que o Equador ainda precisa calcular quanto custaria manter os aviões, caso aceite a doação.

 

Nenhuma autoridade equatoriana se declarou sobre o fato, que acontece em um momento em que Equador se encontra em processo de renovação de seus antigos equipamentos para a defesa territorial, sobretudo na zona da fronteira com a Colômbia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.