Venezuela resiste a 'ataques de dentro e de fora', diz Chávez

Para ele, oposição quer criar 'terremoto social' às vésperas do referendo sobre reforma constitucional

Efe,

27 de novembro de 2007 | 02h10

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta segunda-feira, 26, que "pequenos grupos fascistas" querem criar "um terremoto social e político" às vésperas do referendo sobre a reforma constitucional no país. Ele acrescentou que a Venezuela resistirá "a ataques de dentro ou de fora". Após lembrar um trabalhador, morto pela manhã por manifestantes de oposição no interior da Venezuela, o governante acusou "pequenos grupos de fascistas, teleguiados pelos inimigos da pátria" de tentar levar a Venezuela a "se incendiar e ser sacudida por um terremoto social e político". Mas previu o fracasso das tentativas porque "a esta altura a Venezuela não é incendiável". Em um discurso reproduzido pela emissora estatal VTV, ele afirmou que a Venezuela "já dispõe de uma primeira estrutura antiterremotos que permite resistir a qualquer ataque de dentro ou de fora contra a arquitetura nacional". "No entanto, convoco todo o país a um protesto contra os que pretendem nos levar pelos caminhos da violência", disse. Referendo O referendo nacional que decidirá sobre as reformas na Constituição acontece no próximo domingo, 2. A oposição acredita que vai derrotar Chávez nas urnas. O presidente venezuelano afirmou não entender o porquê da violência se os opositores acreditam na vitória. "É o desespero", respondeu, opinando que as enquetes "sem dúvida são manipuladas". O projeto de reforma constitucional inclui, entre outros assuntos, a reeleição presidencial ilimitada; vários tipos de propriedade, como a comunal, além da privada; um novo ordenamento territorial; e a possibilidade de o Estado restringir a informação e o devido processo durante os estados de exceção.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezconstituição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.