Venezuela vai revisar fuso horário alterado por Chávez em 2007

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ordenou uma revisão do fuso horário atual do país pela primeira vez desde que o ex-presidente Hugo Chávez atrasou a hora oficial venezuelana em 30 minutos em dezembro de 2007.

REUTERS

31 de outubro de 2014 | 22h02

A Venezuela passou a ficar 4 horas e meia atrás do Meridiano de Greenwich a partir de 9 de dezembro de 2007 por ordem de Chávez, depois de 42 anos de vigência do seu fuso horário.

"Está ficando escuro cedo", disse Maduro durante a inauguração de um conjunto habitacional construído pelo governo, às 18h (20h30 em Brasília) desta sexta-feira. "Eu pedi ao vice-presidente executivo para rever a questão do fuso horário ao longo do ano", acrescentou.

Os opositores de Chávez, que morreu de câncer em março de 2013, criticaram o ex-presidente por várias mudanças promovidas por ele, como o nome do país, os símbolos patrióticos, a Constituição e o horário da Venezuela.

Maduro disse em seu discurso que a Venezuela, que é um país tropical, deveria ter um horário que permita escurecer entre 18h30 e 19h (horário local).

(Reportagem de Corina Pons)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAHORARIOMUDAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.