Vice-presidente da Colômbia anuncia ter câncer de próstata

O vice-presidente da Colômbia, Angelino Garzón, disse na segunda-feira que sofre de um câncer de próstata não agressivo, e que iniciou um tratamento radioterápico.

Reuters

22 de outubro de 2012 | 16h45

Há três semanas, o presidente Juan Manuel Santos disse sofrer da mesma doença, e extirpou a próstata. Em junho, Garzón sofreu um acidente vascular cerebral que o deixou com dificuldades de movimentação.

Em nota, Garzón disse que o tumor é "microscópico", e "em nenhum momento seria a causa da minha morte".

Recentemente, alguns parlamentares sugeriram que o ex-sindicalista Garzón se submeta a exames para atestar sua capacidade de substituir Santos em caso de impedimento deste. Outros defenderam a renúncia do vice-presidente.

Santos se declarou curado do câncer depois da cirurgia e já reassumiu suas atividades oficiais, embora ainda tenha restrições para viajar.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAVICECANCER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.