Vice-presidente paraguaio contrai dengue e suspende agenda

O vice-presidente do Paraguai, Federico Franco, suspendeu suas atividades públicas e audiências após ter contraído dengue, doença que já matou quatro pessoas neste ano no país, informou na segunda-feira um comunicado oficial.

REUTERS

06 de abril de 2010 | 08h12

Franco está sob rígido controle médico, informou o comunicado da Vice-Presidência sem dar mais detalhes sobre o estado de saúde do vice-presidente.

O Paraguai sofre com uma epidemia de dengue de baixa intensidade. A dengue é uma doença presente na região, transmitida pela picada de um mosquito e pode produzir desde febre alta e dores musculares até hemorragias e problemas em órgãos vitais.

O país sofreu sua pior epidemia em 2007, quando 17 pessoas morreram e cerca de 20 mil foram infectadas. Franco foi diagnosticado na sexta-feira e permanecerá sem atividades e audiências públicas nos primeiros dias da semana, informou o comunicado.

(Reportagem de Daniela Desantis)

Tudo o que sabemos sobre:
PARAGUAIVPDENGUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.