Vídeo de Chávez anima partidários do presidente venezuelano

Os partidários do presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemoraram a divulgação de um vídeo e de novas fotos do líder esquerdista como evidências de que ele continua se recuperando de uma cirurgia em Cuba, apesar dos rumores de que o seu mal seria maior e que sofreria de câncer.

DIEGO ORÉ, REUTERS

29 de junho de 2011 | 14h46

Após semanas de silêncio nas quais pouco se soube de Chávez depois da cirurgia de 10 de junho, os governos de Caracas e de Havana divulgaram na noite de terça-feira um vídeo e fotos onde se vê o militar da reserva de 56 anos ao lado do cubano Fidel Castro.

No vídeo, Chávez aparece animado, sorrindo, mas mais magro.

Nesta quarta-feira, outro vídeo foi divulgado, em que Chávez aparece conversando animadamente com Fidel

"O presidente Chávez está bem, veem?", disse a advogada e simpatizante de Chávez Eva Golinger.

"A todos os hipócritas que agora clamam por um discurso de Chávez, fiquem tranquilos que logo terão suas redes, Alô (Presidente) e discursos até 2021", acrescentou a venezuelana- norte-americana Golinger, que se dedica à investigação sobre a ingerência dos EUA sobre o país.

A gravação de terça-feira, de quase um minuto de duração, mostra os dois líderes de esquerda vestindo uma roupa esportiva e conversando amenamente de pé ao ar livre e, em outras ocasiões, sentados, ainda que não se distinga o lugar.

Nas fotografias que acompanham o vídeo, veem-se os aliados políticos lendo a edição de terça-feira do diário oficial cubano Granma, do Partido Comunista, e Chávez ao lado de suas filhas.

"Que essas imagens sirvam para trazer tranquilidade ao povo da Venezuela com relação à saúde do presidente Chávez", disse o ministro da Comunicação, Andrés Izarra, enquanto mostrava o vídeo na noite de terça.

Ministros e autoridades do alto escalão do governo garantem que Chávez estará de volta antes do dia 5 de julho, quando será anfitrião da cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e participará de cerimônias pelos 200 anos da independência da Venezuela.

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELACHAVEZVIDEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.