Violência do narcotráfico deixa 11 mortos no sudoeste do México

Dez supostos membros de gangues de drogas e um soldado morreu durante tiroteio no sudoeste do México na madrugada desta quarta-feira, vítimas da crescente violência no Estado de Guerrero.

Reuters

26 de setembro de 2012 | 17h42

Os procuradores estaduais disseram que o tiroteio começou depois que um grupo armou uma emboscada para soldados em patrulha em Tepecoacuilco, próximo à cidade de Taxco. Uma mulher estava entre os mortos.

Não ficou claro a qual gangue o grupo de agressores pertencia.

Guerrero, um Estado pobre que abriga o famoso resort de Acapulco, tem sido uma das áreas mais afetadas pela guerra do tráfico de drogas. Em agosto, 225 assassinatos foram registrados no Estado, o maior índice mensal em um ano, de acordo com a polícia.

(Reportagem de Luis Enrique Martinez)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOTIROTEIONARCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.