Vítimas de roubo são jogadas ao mar na Colômbia

Vinte e nove passageiros foram obrigados a se jogar no mar, durante assalto a um barco

Efe,

02 de fevereiro de 2010 | 03h01

A Marinha da Colômbia resgatou 29 pessoas, entre elas cinco menores de idade, que foram obrigadas a se jogar nas águas do Pacífico por homens que roubaram o barco no qual estavam.

 

Em comunicado de imprensa, a Marinha colombiana informou que três homens, que inicialmente fingiram ser passageiros, obrigaram os demais ocupantes da embarcação a se jogarem ao mar perto da localidade de Ponta Bonita.

 

Segundo o comunicado, os ladrões "apontaram armas de fogo e intimidaram as pessoas, entre eles cinco menores, para depois atirá-los ao mar para roubar a embarcação, na qual fugiram com rumo desconhecido".

 

O resgate aconteceu após rápida ação de unidades de reação da guarda costeira da Colômbia, helicópteros e outras fontes de ajuda.

 

O comunicado informa ainda que todas as pessoas foram atendidas por médicos,enquanto as autoridades começaram os trabalhos para encontrar os piratas.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltobarcoColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.