Zelaya e Lobo se reunirão na República Dominicana por solução

Anúncio foi feito por Leonel Fernández, presidente dominicano; encontro deve ocorrer na próxima semana

Efe,

11 de dezembro de 2009 | 20h45

O presidente eleito de Honduras, Porfírio Lobo, e o líder deposto, Manuel Zelaya, concordaram em se reunir nos próximos dias na República dominicana para abrir um diálogo político que permita resolver a crise no país, informou nesta sexta-feira, 11, o presidente dominicano, Leonel Fernández.

 

Veja também:

link Zelaya promete deixar embaixada brasileira até janeiro

especial Entenda o impasse no país centro-americano

especial Cronologia da crise em Honduras

 

"Esperamos que com essa decisão não haja nenhuma dificuldade para que o presidente Zelaya possa sair de Honduras" e que o governo de facto "não estabeleça nenhuma condição ou obstrução" para a viagem do líder deposto à República Dominicana, disse Fernández.

 

O presidente dominicano, que disse acreditar que essa fórmula "permitirá a superação da crise" que Honduras sofre desde junho, explicou que o encontro pessoal será precedido por reuniões entre ele e Zelaya, no domingo, e ele e Lobo, na segunda.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasRepública DominicanaZelaya

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.