Zelaya está a caminho de Honduras, diz ex-ministra

Ex-presidente pretende instaurar "governo alternativo", diz ministra destituída do Exterior

AP,

17 de julho de 2009 | 01h48

Uma alta assessora do deposto governo hondurenho disse no fim da noite de quinta-feira, 16, que Manuel Zelaya está a caminho de Honduras e que vai criar um "governo alternativo" no interior do país, em uma "batalha final" contra o golpe que o destituiu do poder, no fim do mês passado.

 

A ex-ministra do Exterior de Zelaya, Patricia Rodas, não deu à imprensa, em coletiva dada na Bolívia, maiores detalhes de como será a operação, nem como ele pretende entrar em Honduras, uma vez que há uma ordem para a sua prisão, emitida pelo atual presidente Roberto Micheletti.

 

"Nosso presidente estará em Honduras em algum momento. Ele já está a caminho. Deus o proteja e os povos das Américas estejam com ele", disse Rodas, em La Paz.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasZelayagolpe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.