Ahmadinejad parabeniza Obama por vitória

'Irã dá boas-vindas a qualquer mudança e justa e básica na política dos EUA', afirma presidente iraniano

AP e Efe,

06 de novembro de 2008 | 15h37

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, parabenizou nesta quinta-feira, 6, o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, por sua eleição, informa a agência estatal Irna. "Parabenizo você por conseguir atrair a maioria dos votos dos participantes da eleição", disse Ahmadinejad, segundo a agência. "O Irã dará as boas-vindas a qualquer mudança justa e básica na política dos EUA, especialmente no Oriente Médio", continuou. É o primeira vez que um presidente do Irã cumprimenta um líder americano eleito desde a Revolução Islâmica de 1979.   Veja também: Obama recebe primeiros relatórios da CIA Família Obama se adapta à nova vida Especial: Festa por mudança  Veja discurso de Obama no Youtube (Parte 1)  Veja discurso de Obama no Youtube (Parte 2)  Veja o perfil do novo presidente Trajetória de Obama  Guterman: Obama é o resgate do 'espírito americano'  Blog: Brasileiros nos EUA Estadao.com.br na terra dos Obamas Diário de bordo da viagem ao Quênia  Veja a apuração das eleições Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   Na mensagem, Ahmadinejad ainda alertou a Obama que os americanos esperam que seu governo "retifique a situação crítica que os EUA enfrentam, restaure a reputação perdida e suas esperanças, além de que respeite totalmente os direitos humanos e fortaleça as bases da família."   Teerã já sofreu sanções do Conselho de Segurança da ONU por seu programa nuclear. O governo iraniano argumenta que tem apenas fins pacíficos como a produção de energia, porém os Estados Unidos e outros países afirmam que a intenção de Teerã é produzir armas nucleares.   "Eles também querem que a intervenção dos EUA se limite ao interior de suas fronteiras, especialmente no Oriente Médio. Espera-se uma mudança para restabelecer os direitos dos palestinos, iraquianos e afegãos", completou Ahmadinejad na nota.   O jornal estatal sírio Al-Thawra também saudou a vitória de Obama. Segundo o diário, o país está pronto para um diálogo sério com o novo líder, que assume no dia 20 de janeiro. O jornal disse ainda que Obama "inspirou" pessoas pelo mundo e que o povo americano deveria ser cumprimentado pela escolha.   O cumprimento sírio também é uma rara troca de elogios entre países que mantêm uma relação tensa. A tensão aumentou no mês passado, quando um ataque norte-americano em território sírio matou oito civis, segundo a versão de Damasco. Os Estados Unidos argumentam que o ataque foi contra um líder da Al-Qaeda. Segundo o Al-Thawra, a Síria está pronta para um diálogo com Obama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.