Após convenção, pesquisas apontam Obama à frente de McCain

Instituto aponta que democrata tem 49% das intenções de voto contra 45% do republicano depois de evento

Efe,

29 de agosto de 2008 | 15h58

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, conseguiu ganhar ligeira vantagem frente ao seu adversário, o republicano John McCain, após a convenção democrata, segundo as últimas enquetes. A pesquisa do centro Rasmunssen Reports realizada após o discurso de Obama na noite de quinta-feira, em Denver, mostra que Obama conta com o apoio de 49% do eleitorado contra 45% de McCain.   Veja também: Obama x McCain Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA    A enquete foi realizada antes de o senador republicano anunciar a escolha da governadora do Alasca, Sarah Palin, como sua candidata a vice-presidente. Já o centro Gallup mostrou que a convenção democrata impulsionou Obama à frente de McCain. Segundo o Gallup, desde segunda-feira passada, quando foi iniciada a convenção em Denver, até quarta-feira, um dia antes de seu discurso, Obama ganhou seis pontos percentuais nas enquetes, o que deixou o senador democrata com 48%, frente aos 42% de McCain. Antes do início da convenção, o Gallup tinha colocado os dois candidatos empatados com 45% das intenções de voto.   O centro de pesquisas informou que Obama ficou a frente de McCain em parte graças ao apoio conquistado entre os democratas conservadores. Dos democratas liberais, 92% apóiam Obama, enquanto entre os moderados, 79%. Segundo o Rasmussen Reports, a margem de quatro pontos percentuais entre Obama e McCain é a maior que o senador por Illinois já teve desde sua viagem à Europa.   O Rasmussen Reports também disse que a escolha de Joe Biden como candidato democrata à Vice-Presidência tem agora mais apoio entre os eleitores que no momento em que foi divulgada. A controvertida decisão de Obama agora conta com a aprovação de 47% do eleitorado, segundo uma enquete por telefone feita na noite de quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.