Às vésperas do debate, Obama abre oito pontos sobre McCain

Pela primeira vez, democrata mantém liderança expressiva diante de republicano por dez dias seguidos

André Lachini, da Agência Estado,

06 de outubro de 2008 | 17h22

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, está oito pontos porcentuais à frente do seu rival republicano John McCain nas intenções de voto do eleitorado americano, informa a pesquisa diária do Gallup, publicada nesta segunda-feira, 6, na página do instituto na internet. Obama tem 50% das intenções de voto e McCain conta com 42%.  Veja também:Obama e McCain se preparam para 2º debateObama x McCain Entenda o processo eleitoral  Cobertura completa das eleições nos EUA Segundo o Gallup, é a primeira vez, desde que obteve a nomeação do Partido Democrata à candidatura presidencial, que Obama mantém liderança estatística expressiva sobre McCain por dez dias seguidos. O candidato republicano nunca obteve liderança estatística igual, durante tempo semelhante, na corrida presidencial, destaca o instituto. A divulgação da pesquisa ocorre às vésperas do segundo debate presidencial entre os dois candidatos, que ocorrerá na terça-feira, em Nashville (às 22h, horário de Brasília). "Os resultados de hoje incluem entrevistas feitas entre sexta-feira e domingo, após o debate entre os candidatos a vice Joe Biden e Sarah Palin e depois da aprovação do pacote de socorro ao sistema financeiro, na sexta-feira. Os resultados da pesquisa sugerem que nenhum desses eventos teve impacto significativo nas intenções de voto", avalia o Gallup.  Segundo o instituto, a dinâmica da disputa ficou "estável" e houve pouca mudança nos últimos dez dias. Na pesquisa publicada no domingo, Obama tinha 50% das intenções de voto e McCain tinha 43%. O Gallup entrevistou 2.744 eleitores registrados. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.