Benedita diz que evento ecumênico com Obama 'foi magnifíco'

Apesar da expectativa, ex-governadora não chegou a se encontrar com presidente em café da manhã nos EUA

Patrícia Campos Mello, de O Estado de S. Paulo,

05 de fevereiro de 2009 | 18h39

A ex-governadora do Rio de Janeiro e atual Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva , participou de um café da manhã ecumênico presidido pelo chefe de Estado americano Barack Obama nesta quinta-feira, 5 - mas, ao contrário do que se havia divulgado, não chegou a se encontrar com o líder americano. Benedita esteve no encontro National Prayer Breakfast em Washington, que teve a participação de 3.500 pessoas.

 

"Foi magnífico. O presidente Obama conseguiu atrair o dobro de pessoas que costumam vir à oração. Eu venho há 20 anos", disse Benedita. "A mensagem dele para o mundo é que nós nos uníssemos em um esforço de fé. Ele disse que ser cristão foi uma opção, já que ele cresceu num lar muçulmano e afirmou que a fé sem obra é morta, citando uma passagem bíblica. Obama não tocou em nome de nenhum país, mas agradeceu a todos que ali estavam."

 

Benedita chegara a dizer que estava "muito feliz" com a possibilidade de parabenizar pessoalmente o presidente Barack Obama pela vitória nas eleições norte-americanas e pretendia olhar "olho no olho" o novo líder americano "Não, não me encontrei com ele", admitiu.

 

No encontro, Obama anunciou a criação de uma Agência Nacional de Fé e Parcerias de Vizinhanças, para implementar iniciativas ligadas a diversas religiões, "sem favoritismo."

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaBenedita da SilvaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.