Bush pai apóia McCain na corrida republicana

Candidato favorito no Partido Republicano ganha o endosso do patriarca da família Bush

Agências internacionais,

18 de fevereiro de 2008 | 13h41

O ex-presidente George H.W. Bush apoiou nesta segunda-feira, 18, o senador John McCain em sua candidatura do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos. O endosso representa mais um passo do pré-candidato na corrida pela nomeação no partido, após o ex-pré-candidato e segundo em número de delegados, Mitt Romney, declarar o suporte à candidatura.   Veja também: Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA  Obama visita Edwards às vésperas da disputa de Wisconsin   Bush, ao lado de McCain no Texas, disse que o senador do Arizona tinha "um caráter forjado nas dificuldades da guerra", e que o considerava o mais bem preparado para liderar a nação no futuro. McCain se disse honrado com o apoio do ex-presidente, pai do atual presidente George W. Bush.   O ex-presidente dos Estados Unidos, no poder entre 1989 e 1993, disse ainda que se sente magoado com os ataques vindos da ala conservadora do Partido Republicano contra McCain, que já tem praticamente assegurada a vitória na convenção que vai definir o candidato do partido para as eleições de novembro. Segundo Bush, ''ele tem um histórico que todos podem analisar no Senado, um histórico conservador consistente''.   Muitos conservadores vêem McCain com desconfiança devido a suas posições centristas em questões como imigração ilegal e reforma do financiamento eleitoral e por ter inicialmente votado contra as isenções fiscais promovidas pelo governo de George W. Bush.   Desde que assumiu a liderança na contagem de delegados que participarão da convenção do partido, que escolherá o candidato oficial para disputar com os democratas, o senador vem trabalhando para solidificar o apoio da base republicana. Agora, com o apoio do patriarca da família Bush e de Romney, principal ex-rival na disputa, pode ser mais fácil conquistar a união do partido em torno de sua candidatura.   Prévias   McCain e o ex-governador do Arkansas, Mike Huckabee, disputam nesta terça-feira, 19, prévias no Estado de Wisconsin, onde estão em jogo 40 delegados, e no Estado de Washington, onde serão distribuídos 19 delegados. No mesmo dia, haverá prévias democratas também em Wisconsin (92 delegados) e no Havaí (29 delegados).   Matematicamente, Huckabee não tem mais condições de superar McCain e ser o candidato republicano à Casa Branca. Para obter a indicação republicana, é preciso que um candidato obtenha um total de 1.081 delegados.   Por enquanto, McCain conta com 843 e Huckabee, com 242.    

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições nos EUAGeorge BusuBush pai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.