Bush pede 'esforço final' a republicanos para eleger McCain

Presidente americano visita sede do partido e pede 'trabalho duro até último voto na próxima semana'

Efe,

28 de outubro de 2008 | 17h02

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, visitou nesta terça-feira, 28, a sede nacional do Partido Republicano para pedir a seus membros que façam um esforço final a favor do candidato à Casa Branca John McCain. A visita, que durou cerca de 20 minutos, foi discreta e a presença da imprensa não foi autorizada.   Segundo explicaram representantes da Casa Branca, Bush se dirigiu a cerca de 200 funcionários republicanos, entre eles participantes das campanhas eleitorais para o Congresso. O porta-voz da Casa Branca Scott Stanzel declarou que, em seu discurso, Bush pediu a esses funcionários "que trabalhem duro em prol de McCain e que sigam reforçando que os eleitores vão às urnas até que se tenha depositado o último voto na próxima semana."       Veja também: Em desvantagem, McCain aposta em vitória na Pensilvânia Obama mantém vantagem sobre McCain na reta final Plano para morte de Obama choca cidade de jovem acusado Enquete: Você votaria em McCain ou Obama?  Confira os números das pesquisas nos Estados  Obama x McCain  Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   "Ele também aproveitou a oportunidade para agradecer os esforços do pessoal nesta campanha e seu apoio a ele mesmo durante os últimos oito anos", afirmou Stanzel. Bush conta com uma popularidade muito baixa, em torno de 25% do eleitorado, e a campanha de McCain, atrás do candidato democrata, Barack Obama, nas pesquisas, tratou de se distanciar da imagem do presidente.   A porta-voz da Casa Branca Dana Perino explicou que a visita desta terça à sede republicana tinha como objeto motivar os funcionários na última semana antes das eleições, "a mais importante em uma campanha."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.