Cachorro 'sem pêlo' de Obama aguarda sinal verde para viajar

Machu Pichu tem quatro meses e não deve provocar alergia em Malia, uma das filhas do presidente eleito

Efe,

13 de novembro de 2008 | 07h41

O cachorro peruano sem pêlo escolhido para ser dado ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, tem quatro meses e se chama Machu Picchu. O animal de estimação já está "pronto para viajar" e à espera que a Embaixada dos EUA dê sinal verde para sua mudança.   Veja também:  Obama indica 450 assessores para examinar governo Bush Obama promete que virá ao Brasil  Obama revisará situação de presos de Guantánamo    Obama havia dito, na sexta-feira, em sua primeira coletiva de imprensa, que a escolha de um cachorro é de grande importância no debate familiar, após esclarecer que seria necessário ter cuidado com a opção feita porque sua filha Malia é alérgica. O cachorro sem pêlo do Peru é a única espécie canina de origem pré-hispânica da América do Sul.   Segundo disse à Agência Efe Claudia Gálvez, presidente da Associação do Cachorro Peruano sem Pêlo, o animal é um macho de quatro meses e de tamanho médio, o que significa que ele terá uma estatura máxima de 50 centímetros quando adulto. A vantagem deste cachorro é que é não dá alergia, detalhe que pode influir na escolha do animal de estimação da família Obama, pois uma das filhas do presidente eleito é alérgica.   "O cachorro se chamava Orejas pelo tamanho que suas orelhas tinham quando ele nasceu, mas pensamos que não era um nome adequado para entrar na Casa Branca, portanto mudamos para Machu Picchu", disse. Os responsáveis pelo animal preparam um manual de cuidados para ser entregue a seus possíveis futuros donos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.