Comparecimento recorde gera caos em convenção democrata

Convenção nos condados de Nevada teve de ser adiada quando os eleitores superlotaram o salão reservado

AP,

23 de fevereiro de 2008 | 23h28

As convenções do Partido Democrata nos condados do Estado de Nevada foram abarrotadas com o comparecimento recorde, e líderes da agremiação se viram forçados a encerrar as votações antecipadamente. O caos é mais um reflexo do duro embate entre os pré-candidatos à Presidência dos EUA Barack Obama e Hillary Clinton.   Estima-se que 10 mil pessoas tenham comparecido, neste sábado, 23, ao Bally's Hotel-Casino de las Vegas para a convenção do condado de Clark, a maior das 17 convenções previstas para o Estado no sábado. Esse número supera o esperado pelos organizados em 2 mil.   As convenções por condado são a segunda etapa na distribuição dos 25 delegados juramentados que Nevada enviará à convenção nacional do partido. Em anos anteriores, a convenção do condado era pouco mais que um comício para o candidato favorito dentro do partido. Mas com a corrida dividida, as campanhas encorajaram um comparecimento maciço, que superou as expectativas.   Multidões barulhentas logo encheram o salão de bailes do cassino e forçaram os funcionários a fechar as portas, deixando centenas de eleitores do lado de fora. A votação foi adiada para uma data futura, ainda não marcada. A decisão foi recebida inicialmente com vaias, mas os coordenadores das campanhas dos dois pré-candidatos conseguiram acalmar os eleitores.

Tudo o que sabemos sobre:
obamahillaryeleições nos eua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.