Congresso americano ratifica vitória eleitoral de Barack Obama

Cumprindo tradicional formalidade da Constituição, parlamentares endossam resultados do Colégio Eleitoral

Efe,

08 de janeiro de 2009 | 19h44

O Congresso dos Estados Unidos ratificou nesta quinta-feira, 8, em uma sessão conjunta e como mera formalidade, a vitória do democrata Barack Obama contra seu rival republicano, John McCain, nas eleições de 4 de novembro de 2008. Seguindo uma velha tradição política, a Câmara de Representantes e o Senado realizaram uma breve sessão conjunta na qual ratificaram os resultados do Colégio Eleitoral: 365 votos para Obama e 173 para McCain. Veja também:Obama nomeia ex-auxiliares de Clinton para o Pentágono  Assim, após a apuração final dos votos de cada Estado, o Congresso declarou formalmente Obama, que será o primeiro negro a chegar à Casa Branca na história do país, como o presidente número 44 dos Estados Unidos. A posse de Obama acontecerá no dia 20 de janeiro, e o democrata herdará um país imerso em uma grave crise econômica, duas frentes bélicas - no Iraque e Afeganistão - e na instabilidade do Oriente Médio, entre outros desafios. A sessão desta quinta é uma formalidade consagrada na 12ª emenda da Constituição, que desde 1804 exige que os 538 membros do Colégio Eleitoral, entidade que em última instância decide o pleito presidencial, emitam seu voto e o registrem no Senado. Nesse colégio, cada Estado tem um determinado número de eleitores em proporção a sua população.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack Obamaeleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.