Olivier DOULIERY / AFP
Olivier DOULIERY / AFP

Conselheira de Trump Kallyanne Conway anuncia sua saída da Casa Branca

Conhecida por enfrentar jornalistas, Conway deixa governo Trump por questões familiares

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2020 | 02h20

WASHINGTON - Kellyanne Conway, conselheira de longa data do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conhecida por enfrentar jornalistas, anunciou no domingo, 23, que está deixando a Casa Branca para se concentrar em sua família. Aos 53 anos de idade, Conway está ao lado de Trump desde o primeiro dia e liderou sua campanha de 2016 que catapultou a estrela do reality para o Salão Oval.

Mas os últimos quatro anos de lealdade a Trump cobraram seu preço. Seu marido, George Conway, um proeminente advogado de Washington e um dos mais prolíficos críticos de Trump do Twitter, questionou repetidamente a aptidão mental do presidente para o cargo. Além disso, sua filha de 15 anos, Claudia, escreveu no Twitter no sábado, 22, que estava "devastada" porque sua mãe iria participar da convenção republicana e prometeu buscar a emancipação legal "devido a anos de trauma e abuso infantil".

Menos de 24 horas depois, Kellyanne Conway compartilhou no Twitter uma declaração final dizendo: "Por enquanto, e para meus queridos filhos, será menos drama, mais mãe." Conway disse que deixaria o cargo antes do final do mês e que seu marido George também faria algumas mudanças. “Discordamos em muitas coisas, mas estamos unidos no que mais importa: as crianças”, escreveu ele.

Conway ficou famosa por discutir com a mídia, muitas vezes encontrando uma maneira de mudar de assunto, devolver a pergunta ao repórter ou simplesmente protestar. E tudo com um senso de moda extravagante: um dia com um vestido estampado de pele de cobra, e um vermelho brilhante no outro.

Conway, advogada e pesquisadora por formação, disse que a saída foi uma decisão sua. "Esta é minha decisão e minha voz. Com o tempo, anunciarei os planos futuros." / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Kellyanne ConwayDonald Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.