Cresce apoio a Barack Obama

Pré-candidato democrata recebeu o apoio da superdelegada Amy Klobuchar, de Minnesota

Agências internacionais

31 de março de 2008 | 21h37

Aos poucos, o senador Barack Obama, pré-candidato democrata à Presidência dos EUA, vai conquistando superdelegados e aumentando a pressão para que sua rival, Hillary Clinton, desista da disputa. Nesta segunda-feira, 31, Obama recebeu o apoio da senadora Amy Klobuchar, do Estado de Minnesota, que até então havia se mantido neutra na corrida.     Veja também: Arrecadação eleitoral dos EUA supera PIBs africanos Hillary critica Obama por ligação com pastor de polêmica racista Confira a disputa em cada Estado Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA     Ainda nesta segunda-feira, várias fontes do Partido Democrata ouvidas pelo jornal The Wall Street Journal disseram que sete congressistas da Carolina do Norte estão preparados para anunciar um apoio conjunto ao senador antes das primárias do Estado, marcadas para o dia 6 de maio.   Segundo o jornal, membros do partido dos Estados de Indiana, Montana e Oregon, que ainda não realizaram prévias, estariam dispostos a apoiar Obama. O movimento de fuga de superdelegados para a candidatura do senador é uma tendência que vem se acentuando desde a Superterça, dia 5 de fevereiro. Desde então, o senador recebeu o apoio formal de 64 superdelegados, enquanto Hillary obteve apenas 9.   A diferença entre Obama e Hillary, de acordo com as pesquisas de intenção de voto, subiu além das margens de erro nos últimos cinco dias. Nesta segunda-feira, o instituto Gallup registrou 51% a 43% para Obama.   A última sondagem divulgada pelo instituto Pew Research também mostrou uma diferença de 10 pontos porcentuais em favor do senador (49% a 39%), o que aumentou ainda mais a pressão para que a ex-primeira-dama desista da disputa.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack Obama, EleiçõesHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.