Em carta, Mandela saúda Obama como 'nova voz da esperança'

Ex-líder sul-africano compara posse do novo presidente dos EUA à transição de seu país para a democracia

Reuters,

20 de janeiro de 2009 | 16h48

O herói antiapartheid Nelson Mandela saudou nesta terça-feira, 20, o novo presidente americano Barack Obama como "uma nova voz de esperança" para o mundo e comparou sua posse como chefe de Estado nos EUA à histórica transição sul-africana rumo a democracia. Em uma carta entregue a Obama antes da cerimônia desta terça, o ex-líder sul-africano parabenizou o novo comandante-em-chefe pelo o que chamou de "realmente histórico" momento para o mundo e EUA.

 

Veja também:

linkObama toma posse como 44.º presidente

linkAgenda da posse presidencial de Barack Obama

linkCom Obama, EUA podem voltar a crescer em 2010

linkMichelle, a 'mãe-em-chefe' da Casa Branca

linkMãe de Michelle vai morar na Casa Branca

linkObama enfrentará desafios históricos em lua-de-mel curta  

linkDez lições de Bush para Obama 

linkA vida de Barack Obama em imagens mais imagens

linkImagens da família Obama mais imagens  

 

"Lembramo-nos de alguma maneira hoje a excitação e o entusiasmo em nosso país como no tempo de nossa transição para a democracia", escreveu Mandela na carta. "As pessoas, não apenas em nosso país mas ao redor do mundo, inspiraram-se para acreditar de que através do esforço comum a injustiça pode ser superada e que uma vida melhor para todos pode ser alcançada."

 

Mandela, que comandou os sul-africanos na luta contra o domínio branco e tornou-se um símbolo global da liberdade, afirmou que a eleição de Obama "inspirou as pessoas" em outras atividades. "Você, senhor presidente, trouxe uma nova voz de esperança para aqueles problemas", acrescenta a mensagem.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaNelson MandelaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.