Emocionado, McCain diz que voltou para ser presidente dos EUA

'O meu objetivo é criar um mundo melhor que o que herdamos', diz senador ao comemorar vitória

Efe,

09 de janeiro de 2008 | 01h19

Emocionado, o senador John McCain, que ganhou nesta terça-feira as primárias de New Hampshire (Estados Unidos), disse que voltou para ficar e para chegar em novembro à Casa Branca. Veja também:Hillary e McCain surpreendem e vencem em New HampshireConheça os pré-candidatos Cobertura completa das eleições Eleições nos EUA  No discurso de vitória, McCain, constantemente interrompido pelos gritos de "Mc voltou", lembrou que durante sua campanha no estado disse "sempre a verdade" e escutou as pessoas. O senador pelo Arizona ressaltou seu compromisso de defender o país de seus inimigos, melhorar a segurança e trazer prosperidade a todos os americanos. "O meu objetivo é criar um mundo melhor que o que herdamos", disse McCain. Ele manteve a sua promessa de "tornar realidade os sonhos que fizeram dos Estados Unidos a maior nação da história". Ele ressaltou a luta contra o fundamentalismo islâmico, que considerou "um problema que deve unir todos os americanos". "Não podemos permitir que a história seja determinada por este inimigo comum", disse McCain. O senador se mostrou satisfeito com os resultados, "muito melhores do que alguns esperavam". "Amei este país, sem reservas, a cada dia da minha vida", concluiu McCain. Ele afirmou que, nesta quarta-feira, estará em Michigan para "conseguir outra vitória".

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.