Entenda como o presidente americano é eleito

Sistema de Colégio Eleitoral foi adotado desde a fundação dos EUA; candidato pode vencer sem maioria popular

Da redação, estadao.com.br

22 de agosto de 2008 | 16h54

A eleição do presidente dos EUA não é feita por votação direta como no Brasil. O Colégio Eleitoral é um controverso mecanismo de eleições criado pelos fundadores dos EUA no fim do século 18 com a preocupação de manter o equilíbrio entre Executivo e Legislativo do país. Tecnicamente os eleitores não participam de uma eleição direta. Eles escolhem delegados que se comprometem com um ou outro candidato e formam um Colégio Eleitoral. Ocorrem, na verdade, 51 pleitos separados nos 50 Estados e no Distrito de Colúmbia, que abriga a capital.   A eleição presidencial americana é realizada sempre na primeira terça-feira depois da primeira segunda-feira de novembro. Em 2008 será em 4 de novembro. Cada Estado tem um determinado número de eleitores no colégio, baseado no tamanho de sua população. Em quase todos os Estados, o vencedor do voto popular, mesmo que por uma margem mínima, leva todos os votos do Colégio Eleitoral daquele Estado. Delaware, que possui 853 mil habitantes, tem 3 votos - mínimo para Estados menos populosos. A Califórnia, o Estado americano mais populoso - com 36 milhões de habitantes -, tem 55 votos. Como há 435 deputados federais e 100 senadores, o Colégio Eleitoral é formado por 538 grandes eleitores.   Uma maioria simples de 270 define o vencedor. Por causa deste sistema, um candidato pode chegar à Casa Branca sem ter o maior número de votos populares em âmbito nacional, como aconteceu no pleito de 2000, quando George W. Bush venceu ao Al Gore, mas teve um número de votos menor. O democrata recebeu 50,992,335 votos, contra 50,455,156 do republicano. Depois que Bush conquistou o Estado da Flórida na Suprema Corte, ele somou 271 votos em colégios eleitorais, contra 266 de Gore.   Esses eleitores ilustres são geralmente figuras eminentes de seus partidos nos Estados. Em cada um deles, os candidatos a presidente têm uma lista de grandes eleitores. São as listas que as pessoas escolhem ao votar para seu candidato à Casa Branca. A alocação dos votos eleitorais aos candidatos é feita de duas formas. Em 48 Estados, o vencedor da votação popular recebe todos os votos eleitorais. Em Nebraska e Maine, com 5 e 4 votos no Colégio Eleitoral, respectivamente, o vencedor do sufrágio direto recebe dois votos. Os demais são distribuídos de acordo com o resultado da eleição em cada distrito. Duas vezes no passado, em 1876 e 1888, o vencedor da votação popular ficou em minoria no colégio eleitoral e perdeu a eleição.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.