Escritórios de Obama são esvaziados após ameaças de bomba

Três comitês são desocupados depois de ligações a emissora de TV; Estado é palco de prévias nesta 3.ª

Associated Press,

06 de maio de 2008 | 19h35

Autoridades americanas esvaziaram três escritórios da campanha do pré-candidato à Presidência americana Barack Obama em Indiana nesta terça-feira, 6, após ameaças de bomba, enquanto os eleitores do Estado votavam em mais uma etapa da corrida pela indicação democrata.   Veja também: Hillary e Obama tentam consolidar candidatura em prévias Disputa entre democratas deve seguir até junho, diz especialista  Hillary cita Brasil como exemplo em combustíveis Confira a disputa em cada Estado Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA    As ameaças foram feitas em uma ligação a uma emissora de televisão de Terre Haute. Além desta chamada, Lewis Robinson, do Serviço Secreto de Indianápolis, disse que ligações com ameaças contra os escritórios de Obama também foram recebidas nas cidades de Vincennes and Evansville.   O porta-voz do senador por Illinois Kevin Griffis disse que os funcionários deixaram os escritórios e continuaram trabalhando com celulares. Os reportes reproduzem as circunstâncias de vandalismo ao escritório de Obama em Vincennes, na manhã de segunda-feira. Neste incidente, um homem também indicou o vandalismo para a emissora em Terre Haute.   Além de Indiana, ainda nesta terça-feira Obama e Hillary Clinton se enfrentaram nas prévias de Carolina do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.