Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

George Clooney apóia Obama, mas em sigilo

O ator disse ainda ter certeza de que ele vencerá Hillary Clinton, a outra pré-candidata do Partido Democrata

Efe

23 de março de 2008 | 13h03

O ator norte-americano George Clooney confirmou seu apoio a Barack Obama como candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, mas disse que faz isso em sigilo, porque teme que possa ser contraproducente para o senador por Illinois.   Veja também: Confira a disputa em cada Estado Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA    "Apóio Obama desde o início, inclusive arrecado fundos. Mas na sombra, porque, como celebridade, poderia ser contraproducente. Uma vez, apoiei meu pai para o Congresso, mas os de Hollywood não impressionam as pessoas do meio oeste. Meu pai não ganhou, sem dúvida por minha culpa", diz ao dominical alemão Welt am Sonntag.   Clooney diz ter certeza de que seu candidato vencerá Hillary Clinton, a outra pré-candidata do Partido Democrata, e será eleito presidente. Hillary teria contra o voto da direita, que apoiaria o pré-candidato republicano John McCain só para impedir que ela seja eleita. Obama, por outro lado, é um candidato que "sabe unir as pessoas", diz Clooney.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.