Governador do Novo México declara apoio a Barack Obama

Decisão de Bill Richardson é um duro golpe para Hillary, que mantinha forte apoio dos hispânicos

Efe,

21 de março de 2008 | 12h02

O governador do Novo México, Bill Richardson, o único hispânico neste cargo nos Estados Unidos, declarou apoio a Barack Obama para que este, e não Hillary Clinton, seja o candidato do Partido Democrata à Presidência do país, informou nesta sexta-feira, 21, à televisão CNN.  Veja também:Rice pede desculpas a Obama por acesso indevido a passaporteMcCain venceria Obama e Hillary, aponta pesquisa A decisão do político hispânico é um duro golpe para Hillary Clinton, que até agora mantinha grande vantagem em relação ao apoio dos hispânicos. Richardson antecipou sua nova aposta política em um e-mail a correligionários no qual convidou Hillary Clinton a renunciar à disputa. O governador, que abandonou suas próprias aspirações presidenciais em janeiro, após ficar em terceiro nas primárias de New Hampshire, disse que Obama seria "um presidente histórico e grande, que poderá nos trazer a mudança da qual precisamos tão desesperadamente". Obama "entende claramente que só por meio do reencontro do povo e colocando pontes sobre nossas diferenças poderemos ir todos adiante como americanos", escreveu Richardson. "Meu afeto e minha admiração por Hillary Clinton e pelo ex-presidente Bill Clinton nunca fraquejarão. No entanto, é hora de os democratas pararem de brigar e se preparar para a luta dura que enfrentaremos no outono (hemisfério norte) contra John McCain", que já tem garantido o posto de candidato do Partido Republicano. Filho de uma mexicana, Richardson, que foi criado no México e se considera hispânico, disse estar comovido com o discurso sobre o racismo que Obama pronunciou recentemente. Um porta-voz de Richardson disse ao canal de televisão que o governador do Novo México participará com Obama de um comício eleitoral nesta sexta em Portland, Oregon, para declarar publicamente o apoio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.