Guerra no Iraque deve dominar eleições esta semana

McCain, Hillary e Obama se encontram no senado para sabatina sobre situação das tropas

Agências internacionais,

07 de abril de 2008 | 19h01

A guerra no Iraque deve dominar as eleições norte-americanas esta semana. Nesta terça-feira, 8, o general David Petraeus - chefe das forças norte-americanas no país - e o embaixador Ryan Crocker darão depoimentos à Comissão do Senado para os Serviços Armados e à Comissão de Relações Exteriores. Entre os participantes das sabatinas estarão o senador John McCain, candidato republicano à presidência dos EUA, e os dois pré-candidatos democratas: Barack Obama e Hillary Clinton. As informações são do jornal Washington Post.  Veja também:Democratas não cumprirão promessa sobre Iraque, diz McCain A presença dos três presidenciáveis deve fazer com que o foco das discussões seja a política do presidente George W. Bush para o Iraque, mais do que a situação das tropas. Os três senadores não aparecem há tempos em uma audiência do Senado, mas a presença dos mais altos funcionários americanos no Iraque vai fazer com que eles deixem os compromissos de campanha para poderem participar da sabatina, que está sendo encarada como uma espécie de teste para ver quem é o candidato mais bem preparado para lidar com a complexa questão da guerra no Iraque, que já deixou mais de 4 mil americanos mortos. Há poucas expectativas de que os depoimentos de Petraeus e Crocker tragam grandes surpresas, ao contrário do ano passado, quando o apoio dos parlamentares às políticas de Bush estavam em jogo. "É tudo completamente previsível desta vez", disse o senador democrata John Kerry.  Mesmo assim o encontro deve ser um embate entre aqueles que defendem a manutenção e possível aumento das tropas no país, representados pelo republicano McCain, e a posição democrata de estudar um processo que apresse a retirada americana da região. Antecipando o clima que deve dominar a audiência desta terça, o candidato republicano John McCain acusou seus rivais democratas de fazerem promessas "irresponsáveis" ao pedirem mais rapidez na retirada das tropas americanas do Iraque. "Eu não acho que alguém possa fazer promessas que não poderá cumprir como presidente", disse o candidato em um discurso para veteranos de guerra na segunda-feira, 7. O depoimento do general David Petraeus ao Comitê do Senado para os Serviços Armados está marcado para a manhã desta terça, 8, e contará com a presença de McCain e Hillary Clinton. À tarde, o general fala sobre a situação das tropas norte-americanas no Iraque ao Comitê de Relações Exteriores do Senado, com a presença de Barack Obama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.