Hillary e McCain surpreendem e vencem em New Hampshire

Com a vitória, os dois senadores voltam a briga pela indicação de seus partidos nas eleições de novembro

Patrícia Campos Mello, de O Estado de S.Paulo, e agências internacionais,

08 de janeiro de 2008 | 23h40

A senadora democrata Hillary Clinton e o senador republicano John McCain surpreenderam ao vencer as primárias de New Hampshire, segundo projeções da mídia americana. Hillary obteve 39%, seguida pelo senador Barack Obama com 36%. Já no lado republicano, McCain conquistou 37%, ao lado de Mitt Romney com 32%.   Veja também: Conheça os pré-candidatos Cobertura completa das eleições  Eleições nos EUA    Com a vitória, os dois senadores voltam a briga pela indicação de seus partidos para concorrer a presidência nas eleições de novembro. Hillary ficou em terceiro lugar no caucus de Iowa e McCain amargou um quarto lugar.   "Nós mostramos ao povo deste país o que é um verdadeiro retorno!", comemorou McCain logo após o fechamento das urnas e a divulgação das projeções que apontaram sua vitória.   O bom desempenho de Hillary, que lhe dá um ansiado impulso para a decisiva Superterça, dia 5 (quando serão realizadas primárias em 22 Estados), causou surpresa. Isto porque as últimas pesquisas antes das primárias apontavam uma ampla vitória de Obama - que chegou a aparecer com 13 pontos de vantagem sobre a senadora numa sondagem Reuters/C-Span/Zogby.   O resultado de New Hampshire mostra que a mudança de estratégia de Hillary após sua derrota para Obama e Edwards em Iowa deu resultado. A ex-primeira-dama passou a atacar mais duramente Obama, contando para isso com a ajuda de seu marido, Bill Clinton.   "A mídia não pressiona Obama sobre suas opiniões contraditórias em relação ao Iraque", disse o ex-presidente Clinton. "Isso tudo é o maior conto de fadas que já vi", acrescentou, ridicularizando o "encantamento" da mídia com Obama.   Já entre os republicanos, a vitória de John McCain em New Hampshire levanta a questão sobre o financiamento de sua campanha, que esteve perto da bancarrota em julho. "Espero que o senador consiga capitalizar financeiramente a vitória em New Hampshire, coisa que ele não conseguiu fazer em 2000", disse o diretor do partido republicano no Estado, Fergus Cullen.   O governo de New Hampshire esperava um comparecimento recorde às urnas: cerca de 500 mil eleitores - em 2004 foram 396 mil. Nesta terça-feira, havia tanta gente para votar que faltaram cédulas em algumas seções eleitorais (a votação não é eletrônica em vários distritos).   Antes do início da votação em New Hampshire, pesquisas nacionais refletiam o que já era chamado de "Obamamania". Um levantamento do Gallup mostrou Obama e Hillary empatados em 33% na intenção de voto para as eleições gerais. Em dezembro, Hillary estava 12 pontos à frente de Obama na mesma pesquisa.   Confira os resultados   Democratas                 Votos                        % Clinton                         110,550                  39% Obama                        102,883                  36 Edwards                         47,803                 17 Richardson                      12,987                  5     Republicanos                   Votos                    % McCain                            86,802                37% Romney                            73,806                32 Huckabee                         26,035                11 Giuliani                             20,054                  9   Texto atualizado às 5h30

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.